hello world!
Published: 19/04/2021

A Incrível Vida de Warren Buffet - O Homem Mais Rico do Mundo

Fala aí seus jovens de negócios brasileiros, como vocês estão? Esse vai ser um quadro onde a gente vai falar de grandes personalidade de sucesso, porque eu acredito que estudando as pessoas que chegaram ao nível máximo de sucesso, como elas pensavam, o que elas faziam, o que movia elas é a melhor forma da gente internalizar os hábitos e ideologias que levaram elas a chegar no topo.

Então se você gostou da ideia desse video deixa o like já porque assim eu entendo que esse tipo de conteúdo é algo que te agrada e assim eu continuo fazendo mais vídeos de outras personalidades de sucesso.

Warren Buffet nasceu em 1930 em Omaha no estado de Nebraska lá nos Estados Unidos, ele foi criado pelo seu pai Howard Buffet e sua mãe Leila Buffet, os quais tiveram também outras duas filhas, sendo Warren Buffet o filho do meio.

Apesar de muito agitado, inquieto, o pequeno Warren cresceu como uma criança normal aos olhos das suas irmãs que nunca enxergaram ele como nenhum gênio prodígio como criança, mas meu amigo, de normal ele tinha muito pouco.

Aos seis anos de idade ele ia na loja do seu avô comprar coca cola em que ele comprava o engradado por vinte e cinco cents e vendia cada uma das seis garrafas por cinco cents cada, ficando com lucro de cinco cents para cada engradado que ele vendia.

O que se a gente for converter para o valor do dólar hoje equivale a cinco dólares e quarenta cents de lucro que ele tinha para cada engradado que vendia, então enquanto as outras crianças estavam na rua brincando de amarelinha, Warren Buffet estava fazendo dinheiro.

Mas dinheiro não eera a única coisa que o pequeno Buffet fazia ao contrário das outras crianças, o pequeno Warren gostava de ler mais do que as outras crianças da idade dele e ele tinha um interesse muito grande em números.

Acabou que sim, apesar da falta de atenção das suas irmãs esse mano se tornou pequeno prodígio da escola, ele sempre tirava as notas mais altas e também era sempre o mais novo da turma, porque ele simplesmente pulava de ano.

Os primeiros livros de investimento que o Warren Buffet leu estavam dentro do escritório de seu pai, Howard Buffet, o pai de Warren Buffet era um corretor de ações até 1931 quando pelos reflexos da grande depressão foi demitido e precisou abrir o próprio negócio de investimentos.

Por isso pequeno Buffet teve contato cedo com os investimentos, inclusive chegou a um ponto onde ele já tinha lido todos os livros de investimento que estavam dentro do escritório do pai, o que fez ele fazer ele precisar reler vários desses livros.

Aos onze anos de idade Warren Buffet foi a New York Stock Exchange, a bolsa de valores norte americana, ele foi acompanhado de sua maravilhosa família e foi quando ele adquiriu as suas primeiras ações, ele comprou três ações para ele e mais três ações para sua irmã mais velha, todas elas da mesma empresa do setor de gás chamada Cities Service.

Ele pagou trinta e oito dólares por ação o que trazendo a valores presentes equivaleria a seiscentos e cinquenta dólares por ação, lembrando que ele tinha onze anos de idade.

E dois trinta e oito dólares que ele pagou por ação elas rapidamente caíram até vinte e sete dólares, mas Warren Buffet segurou religiosamente até que elas chegassem ao valor de quarenta dólares por ação, que foi quando ele vendeu elas por um pequeno lucro.

Infelizmente hoje o velho Buffet olha para trás e se arrepende profundamente de não ter mantido essas ações que dispararam a duzentos dólares logo depois que o pequeno Buffet as vendeu.

De acordo com o velho Buffet hoje essa foi uma da lições mais importantes que ele aprendeu sobre paciência nos investimentos, mas vender coca cola e comprar ações não foram os únicos hobbies do pequeno Buffet não.

Aos treze anos de idade ele virou entregador de jornal ganhando um cent a cada jornal que ele entregava e ele gostava tanto que acabou fazendo isso tanto no período da manhã quanto na tarde, entregando mais de quinhentos jornais por dia e fazendo ele chegar a ganhar tanto quanto seus próprios professores da escola.

No ano seguinte em 1944 quando Warren Buffet tinha somente seus 14 anos de idade ele foi fazer a sua primeira declaração de imposto de renda, e nessa declaração ele alegou que a bicicleta que ele tinha e o relógio que ele usava para fazer as entregas de jornal na casa das pessoas eram os itens indispensáveis para o seu trabalho e com essa argumentação ele conseguiu um abatimento no valor total que ele iria ser tributado de trinta e cinco dólares.

E também nesse ano Warren Buffet atingiu um marco muito importante na sua vida, ele com seus 14 aninhos chegou aos primeiro mil dólares, trazendo ao valor presente dava um valor total de dezesseis mil dólares.

No ano seguinte em 1945 Howard Buffet iniciou carreira política e precisou trazer toda a sua família consigo para morar em Washington DC, o agora adolescente Warren Buffet tinha quinze anos e ele odiava, ele não queria ter deixado todos os seus amigos em Omaha para ter ido para Washington, então ele se rebelou, ele tirava sarro para caramba dos professores, meu amigo, mas ele tirava com classe.

Para sacanear os professores ele entrou vendido nas ações da AT&T que eram as ações que todos os professores tinham comprado para sua aposentadoria, lembrando que entrar vendido significa que você aposta que a empresa vai se desvalorizar na bolsa de valores, então você lucra quando ela se dá mal.

Daí ele pegou o papel que provava essa operação e levou para todos os seus professores verem o que ele tinha feito, o que deixou todo mundo p da vida parceiro, porque eles sabiam que o pequeno Buffet era um pé no saco, mas também sabiam que ele manjava muito de ações.

E além da sua relação de carinho mútuo com os professores, em certo ponto o pequeno Buffet decidiu fugir, ele chamou um amigo e os dois foram juntos tentar fazer Hit Hicking na estrada que é aquele negócio que só tem em filme americano da galera colocando a mão para o lado e chamando carona.

Mas ele rapidamente foi parado pelos policiais e não conseguiu nem mudar de bairro, mas se você pensar que nessa época de rebeldia Warren Buffet deixou o seu espírito empreendedor de lado, meu amigo, você não podia estar enganado, ele ainda vendia coca cola porta a porta, vendia bola de golfe usada, selos, revistas e ele até começou um negócio de máquinas de pimball em sociedade com o amigo dele.

Ele o amigo compravam máquinas de pimball barata, garantiam que elas estavam funcionando e colocavam elas em lugares estratégicos para que os seus amigos dessem dinheiro para jogar, ele chegou a ter várias máquinas em três localizações diferentes até finalmente vender o negócio dele por mil e duzentos dólares.

Aos quinze anos de idade ele já tinha acumulado dois mil dólares, o que para você ter uma noção do quanto isso valia, ele usou para comprar uma fazenda, ele contratou um trabalhador de campo para produzir na fazenda e usar os lucros para pagar a sua própria faculdade no futuro, faculdade essa que ele não queria fazer.

Warren Buffet tinha dezesseis anos quando ele terminou a escola, ele já tinha uma fazenda dando dinheiro e o que ele queria fazer era comprar ações, não queria ir para a faculdade, mas o pai dele insistiu.

Então ele foi lá fazer a sua faculdade aos dezessete anos quando ele já tinha cinco mil dólares na sua conta bancária, sendo que só por motivos de comparação equivalem a duzentos mil reais hoje em dia.

Mas ele começou a faculdade já querendo sair, porque ele não queria estar lá, ele estava obrigado, então ele terminou a faculdade em três anos, ele era brilhante cara, irritava todos os amigos que estudavam meses para chegar na prova e tirar B e ele que estudava quinze minutos antes do teste chegava lá e tirava A+.

Então lá com seus vinte anos de idade, quando ele se formou ele aplicou para Harvard Business School, a faculdade de Business mais prestigiada dos Estados Unidos, mas o entrevistador falou para ele esquecer essa possibilidade porque ele ainda tinha cara de moleque, então Warren Buffet nunca foi para Harvard.

Bad move Harvard, bad move, na real Warren Buffet não tava nem aí, ele não se importava, ele estava só preocupado com o que o pai dele ia falar para ele, na verdade hoje o Warren Buffet olha para trás para esse momento e diz que essa rejeição foi na verdade a melhor coisa que já aconteceu para ele, porque para não decepcionar o pai isso fez com que ele precisasse buscar outras boas faculdades de negócio que potencialmente iriam aceitar ele.

Até que ele se deparou com um catálogo de professores da universidade de Columbia onde ele viu dois nomes familiares, Dodd e Graham. Warren Buffet conhecia muito bem esse nome porque ele tinha lido um livro chamado security analysis dos dois que ele tinha pegado no escritório do pai, então prontamente Warren Buffet pegou um lápis e escreveu queridos professores, achei que vocês haviam morrido, mas como vocês não estão eu gostaria de estudar com vocês, assinado Warren Buffet.

E ele foi aceito, daí por isso ao ter aulas com Benjamin Graham, Warren Buffet criou uma admiração enorme por ele, o Graham era o típico professor que era capaz de entrar no coração do aluno e inspirar ele e fazer ele também se apaixonar pela sua matéria.

Foi o Ben Graham que ensinou para o Warren Buffet as duas famosas regras, regra número um nunca perca dinheiro, regra número dois nunca se esqueça da regra número um.

Foi também com Benjamun Graham que o Buffet aprendeu o conceito de value investing, a metodologia de análise de ações em que uma empresa que estivesse descontada em relação ao seu valor intrínseco na bolsa ofereceria uma boa oportunidade de investimento.

E voando nos estudos, como Buffet tinha feito a vida inteira, ele foi o primeiro aluno do Benjamin Graham a conseguir sua classe com A+, a nota máxima possível que alguém poderia tirar.

E por causa do vínculo que ele conseguiu formar aí com esse professor maravilhoso, Buffet pediu uma vaga para trabalhar com Graham, mas seu querido professor costumava guardar as suas vaga de emprego para judeus que eram desmerecidos na sua sociedade, por isso educamente recusou.

Devastado, Buffet voltou para sua casa em Omaha, mas novamente essa pode muito bem ter sido a melhor coisa que aconteceu em sua vida. Em um dia normal a irmã mais nova do jovem Buffet recebeu em sua casa sua colega de quarto da faculdade onde tinha acabado de entrar, a North Wester University, o nome dessa amiga era Susan, então Susan entrou na casa deles, Warren Buffet estava em algum canto, olhou para Susan e ele fez algum comentário sarcástico e inapropriado para o qual a Susan respondeu, quem é esse idiota?

Mas com o tempo a convivência foi mostrando que na verdade Buffet não era um homem tão ruim quanto as primeiras impressões e eles começaram a namorar.

Com vinte e um anos Warren Buffet já tinha dez mil dólares na sua conta e como ele estava em casa, ele decidiu começar a dar aula na University of Omaha, mas ele era amedrontado de falar em público, então ele foi procurar por formas como ele conseguiria resolver isso até ele chegar em anúncio de Dale Carnegie, você já deve ter lido esse nome na capa do livro Como fazer amigos e influenciar pessoas.

É parceiro, o Warren Buffet teve aula com o próprio, Dale Carnegie dava um curso de oratória para perder a timidez e conseguir se expressar de forma eloquente, as aulas eram maneiras, elas tinham desafios, o aluno que conseguir se aplicar mais do que aprendeu na semana anterior ganharia um lápis.

E em uma dessas semanas Warren Buffet tomou a coragem que nunca teve e pediu a mão da sua namorada em casamento, eles namoravam tinha somente um ano, ele tinha vinte e um anos e ela dezenove e ela disse que sim.

Então naquela semana ele ficou noivo e ganhou um lápis, uma baita semana para Warren Buffet e para colocar a cerejinha do bolo, logo depois o seu mestre Benjamin Graham chamou, por fim Warren Buffet para trabalhar com ele.

E assim Warren finalmente teve a chance de trabalhar com seu mestre vendendo e analisando ações, com o tempo que foram passando juntos, rapidamente Warren Buffet foi percebendo diferenças nas abordagens que o Benjamin Graham tinha com os investimentos em relação ao que ele Warren Buffet fazia.

Para decidir se eles iam investir numa empresa ou não, o Graham única e exclusivamente olhava para os números das empresas, enquanto Warren Buffet olhava para a sua administração.

O papo com o Graham era só balanço patrimonial e demonstrativo de resultado do exercício, ele não queria saber menos de liderança corporativa, e assim foi de 1951 até 1956, Warren Buffet era um corretor de ações e analista.

Tem umas entrevistas muito boas do Warren Buffet falando dessa época, porque ele dizia que ele era péssimo, ele tinha em torno de vinte e cinco anos, os cliente achavam que ele tinha dezesseis mas a sua atitude era de doze.

Mal sabiam os seus clientes que aos vinte e seis anos, Warren Buffet já tinha acumulado um total de cento e setenta e quatro mil dólares, o equivalente a um milhão e seiscentos mil dólares hoje.

Mas quando ele tinha vinte e três anos em 1953 e quando ele tinha vinte e quatro em 1954 ele teve os seus dois primeiro filhos que ele chamou de Susane Howard Buffet. Com essa quantia toda que ele já tinha aos vinte e seis anos ele decidiu que estava na hora dele se aposentar, mas ai ele pensou mais um pouco e viu que caso ele se aposentasse ele não iria conseguir cumprir a sua meta de se tornar milionário aos trinta e cinco anos.

Se aposentar coisa nenhuma, ele foi e fundou uma empresa com sete amigos dele chamada Buffet Partnership que era uma holding de investimentos e todo o capital que foi alocado nessa empresa vindo das pessoas que participavam dela totalizou em cento e cinco mil e cem dólares, cento e cinco mil foram de todos os sócios do Buffet, os últimos cem dólares foram dele.

Malandro, estou falando, mas independentemente do quanto qualquer sócio colocou na holding, eu tenho certeza que nenhum deles nunca se arrependeu. Aos vinte e oito anos, dois anos depois ele ter começado essa holding, Buffet comprou uma casa no valor de trinta e um mil e quinhentos dólares e foi esse o ano que ele também teve o seu terceiro filho, o Peter Buffet.

Bom, você lembra que eu falei que os manos não se arrependeram, então o ano era 1962, seis anos depois do Buffet ter começado a holding. Os cento e cinco mil e cem dólares que foram usados para investimentos tinham se tornado sete milhões, um milhão do qual era somente do Warren Buffet, se lembra, ele só tinha colocado cem dólares.

É claro, Buffet acabou se tornando uma celebridade local na cidade onde ele morava e ainda assim nunca deu uma recomendação de compra de ação para nenhum amigo que tinha.

Ainda nesse ano 1962 quando o adulto Warren tinha os seus 32 anos, ele comprou as suas primeiras ações de Berkshire Hathaway, na época era uma empresa têxtil fadada a ficar extinta, era uma ação muito barata em um segmento de atuação horrível, para tentar manter suas operações funcionando, a empresa estava fechando unidades para liquidar capital e recomprar as suas próprias ações.

Então Warren Buffet decidiu comprar ações dessa empresa, porque ele pensou que no futuro eventualmente essa empresa viria falar com ele oferecendo uma boa proposta de compra das suas ações e isso realmente aconteceu dois anos depois.

Em 1964 a empresa veio perguntar a Warren Buffet por quanto ele gostaria de vender as ações que ele tinha da empresa, ele falou onze e cinquenta por ação e eles combinaram esse preço, só que quando o documento de compra chegou, eles tinham oferecido só onze e trinta e oito, o presidente estava pensando em passar a perna no Warren Buffet sem ele ver, mas é Warren Buffet né cara, ele não deixou passar não.

O que ele fez? Começou a comprar freneticamente as ações da empresa e ele continuou comprando as ações até 1965 porque foi quando ele conseguiu quantidade suficiente para ele se tornar o controlador da empresa.

Obviamente ele demitiu o presidente que tentou passar a perna nele e todo o time de administração que trabalhava com ele. Os seus amigos estavam confusos, sua esposa não entendia, Warren Buffet não era um cara temperamental, ele fazia decisões calculadas mas ainda assim não fazia sentido nenhum para ele ter se tornado controlador da empresa além do fato de querer acabar com quem tentou acabar com ele.

Beleza, em 1969 quando ele tinha trinta e nove anos Warren Buffet liquidou completamente aquela holding que ele fez com seus amigos, conseguindo uma fortuna de vinte e cinco milhões, você lembra, cem dólares.

Ele liquidou todas as ações que essa holding tinha em custódia com exceção das ações da Berkshire Hathaway, essas ações ele distribuiu entre os outros sócios dessa empresa e manteve a sua participação.

E a partir daí a Berkshire Hathaway passou a ser como se fosse essa holding que ele tinha com os amigos, ela passou a ser o veículo de todos os investimentos do Warren Buffet.

Então toda a fortuna que ele tinha acumulado, todos aqueles vinte e cinco milhões ele usou para comprar ações da empresa fazendo dela aí o seu único veículo de investimento e aí que começa o Warren Buffet a virar o Warren Buffet.

Em 1970 o histórico de rentabilidade da Berkshire Hathaway foi de mil e oito por cento, isso contra o S&P 500 que foi somente de noventa e nove por cento em dez anos.

Assim Warren Buffet foi ficando cada vez mais conhecido e recebeu o apelido de o oráculo de Omaha, no final da década de setenta a reputação dele já tinha crescido a um nível de que a notícia de que Warren Buffet iria comprar alguma ação já era suficiente para fazer aquela empresa se valorizar dez por cento no mesmo dia.

Buffet já tinha cinquenta anos e a sua fortuna pessoal já equivalia a cento e quarenta milhões de dólares, a grande ironia é que como Buffet investia tudo o que ele tinha em ações da Berkshire Hathaway, essa fortuna não estava disponível para ele, o que na verdade ele tinha era o salário de pro labore que era de cinquenta mil dólares por ano, apesar do sucesso dos seus investimentos, infelizmente na sua vida pessoal nessa época não era possível dizer o mesmo.

Sabe, o Warren é uma pessoa muito racional, solitária que não tem muito interesse em assuntos mundanos, ele passava o dia inteiro lendo e acabava não dando tanta atenção para os seus filhos ou para sua esposa quanto eles gostaria.

Inclusive em uma entrevista à HBO ele até disse o seguinte, as vezes eu gosto de sentar e só pensar, em problemas de negócio, investimentos, eles são mais fáceis, são os problemas humanos que são difíceis. As vezes não tem resposta para problemas humanos, mas tem sempre boas respostas para problemas de dinheiro.

Então quando seus filhos saíram de casa, Warren Buffet ficou sozinho com a sua esposa, a Susan, mas sem a distração dos filhos e com a pouca atenção dada pelo Warren Buffet, Susan se sentia sozinha e presa a um ambiente onde ela não tinha uma própria necessidade, porque ela era conhecida por todas da cidade como a esposa do Warren Buffet.

Foi uma época de brigas e também de bastante críticas recebidas pelo Warren não só da esposa como da mídia também, por ele ser um homem muito rico e que ficava mais rico a cada ano que passava, as críticas que ele recebia eram referentes a acusar sua falta de atitude em querer ajudar causas nobres, em fazer doações com esses montes de milhões que ele tinha sobrando.

E Susan concordava completamente com as críticas, mas na verdade o Buffet era um homem caridoso de coração, ele só acreditava que na verdade ele tinha que esperar mais para o efeito dos juros compostos fazer o que ele tinha se transformar num valor muito maior para que assim ele pudesse fazer alguma coisa que realmente fosse impactar o mundo e por isso ele não doava e a Susan discordava, ela também já disse em uma entrevista que para o Warren dinheiro era como se fosse um jogo de placar, porque ele não tinha hábito de comprar coisas luxuosas, carros e gastar seu dinheiro de forma ostentadora, para ele dinheiro era um jogo mental, porque tudo o que ele lia a respeito de investimentos eram materiais que estavam disponíveis para cada pessoa ler e com isso ele era extremamente competitivo nos negócios sempre queria mais para ter a sensação de que ele era o vencedor.

Então, se sentindo sozinha, confusa e sem uma identidade para atribuir a si, Susan decidiu deixar o lar que ela viveu por tantos anos com Warren Buffet e se mudar para a Califórnia.

O ano foi 1977 e Susan deixou Warren Buffet em Omaha seguindo seu destino até São Francisco, mas ela não fez isso de coração completamente frio não, ela pedia para as amigas irem cuidar dele, levar sopa, passar tempo com ele, levar ele para jantar, ir no cinema e em certo ponto ela, a própria Susan arranjou para a amiga dela Astrid, uma garçonete, a começar a namorar o Warren Buffet.

Daí dentro de um ano depois da Susan ter saído, a Astrid já tinha se mudado para morar com Warren Buffet, coisa que Susan estava absolutamente a favor.

Buffet e Susan continuaram a se falar como bons e velhos amigos na década de 80, mas a pesar deles nunca terem se divorciado, Susan jamais voltou para Omaha.

E na década de 90, as crítica vieram, parecia que o oráculo de Omaha estava perdendo o seu toque com o surgimento das empresas ponto com as rentabilidades da carteira da Bershire Hathaway estavam performando tão bem quanto o próprio S&P 500, o que fez inclusive que as próprias ações da Berkshire Hathaway deixassem de valer os seus oitenta mil dólares na época e caíssem até quarenta e cinco mil,

Mas confiante de que todo esse negócio de que empresas ponto com era uma bolha e que bolhas estouram, Warren Buffet continuou fazendo o que ele faz melhor, alocar capital em empresas que estejam sendo negociadas com desconto em relação ao seu valor intrínseco.

E meu amigo, os seus esforços não foram desmerecidos não, quando o mercado finalmente se corrigiu, a bolha das empresas ponto com estourou e o Warren Buffet voltou a ser uma super estrela.

As ações da Berkshire Hathaway haviam se recuperado e o Warren Buffet voltou a ser o maior ícone de investimentos que esse mundo já viu.

Em 2004 quando Warren Buffet tinha seus setenta e quatro anos a sua esposa Susan com quem ele ainda era muito amigo foi diagnosticada com câncer oral, alguns meses depois em uma viagem que ela fazia com o Warren Buffet e os amigos, ela acabou tendo um derrame e faleceu.

E em 2006 ele fez um testamento dedicando trinta e sete bilhões de dólares a caridade, a instituição que ele escolheu foi a Bill e Melinda Gates foundation de seu grande amigo Bill Gates o que fez Warren Buffet chegar a posição da pessoa que mais doou na história.

Foram trinta e sete bilhões de dólares em ações da Berkshire Hathaway a poderem serem liquidadas ao momento da morte do Warren e também dedicado 15% da sua fortuna às fundações de caridade de seus próprios filhos, que cada um tinha criado e também à fundação da sua falecida esposa.

O Warren Buffet justificou que tudo o que ele já tinha gasto na vida e ainda viria a gastar representaria menos de 1% do total que ele tinha acumulado, por isso nada mais lógico que os outros 99% serem reinseridos na sociedade alocados de forma a resolver os problemas desse mundo.

Nesse mesmo ano, em 2006, o Warren Buffet se casou com a sua companheira de anos, a Astrid e eles se mantém casados até hoje e até 2016 que foi até quando eu consegui achar esses dados, Warren Buffet já tinha doado em ações da Berkshire Hathaway vinte e três bilhões de dólares, tanto para a Bill e Melinda Gates Foundation quanto para as próprias ongs do seu filho e da sua falecida esposa.

Então todas as doações que ele se comprometeu a fazer no futuro, assim como as que ele já fez, recentemente na sua vida colocam ele como ser humano não que só fez a maior doação da história, mas o que mais já doou na história.

Hoje o Warren Buffet vai ao Mcdonald 's três vezes por semana, bebe em torno de cinco coca colas todos os dias e lê em média em torno de cinco a seis horas por dia.

Dia 30 de agosto ele vai fazer os seus oitenta e nove anos de idade e ele ainda é CEO da empresa que ele começou a investir em 1962, a Berkshire Hathaway, ele diz que todos os dias ele acorda se sentindo a pessoa mais sortuda do mundo por ter vivido tudo o que ele viveu, a rotina dele é exatamente a mesma nos últimos cinquenta anos e ele não pensa que poderia estar fazendo algo que ele amasse mais.

Aquela mesma casa que ele comprou em 1958 quando ele tinha vinte e oito anos de idade por trinta e um mil e quinhentos dólares é a mesma casa que ele mora até hoje, apesar dele ter feito 99% da fortuna dele depois que ele fez cinquenta anos.

Esse é um grande homem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright 2020 OxyMade Designs. All rights reserved. Made with 🖤 by OxyMade.
crossmenu