hello world!
Published: 19/04/2021

A Incrível Vida de Elon Musk

Sejam muito bem vindos para mais um vídeo do quadro histórias de sucesso, o quadro onde a gente identifica as características em comum de grandes personalidades que alcançaram o nível máximo de sucesso para que a gente consiga entender e adotar esses mesmos hábitos e comportamentos que fizeram essas pessoas chegarem ao topo.

E se você curtiu o retorno desse quadro tão esperado aqui no canal, deixa o like porque aí de fato eu vejo que uma coisa que te agradou e a gente pode continuar fazendo vários vídeos desse tipo e poder levar a história de outras grandes personalidades de sucesso.

Elon Musk nasceu em Pretoria, África do Sul no ano de 1971, filho mais velho de Maye e Errol Musk, Elon Musk também tinha dois irmãos, o Kimbal e sua irmã caçula Tosca.

Na superfície o pai de Elon, Errol, era um engenheiro eletro mecânico, piloto e marinheiro bem sucedido, mas ele também era emocionalmente abusivo com seus filhos, várias vezes ordenaram os três filhos a sentarem durante horas enquanto ele dava esporror.

Já a Maye, mãe de Elon, ela se tornou modelo muito cedo, com quinze anos de idade, profissão que exerce inclusive até hoje aos seus setenta e dois anos. E além do seu passatempo posando para algumas das revistas mais conhecidas do mundo, uma Vogue, Time, dona Maye também divide seu tempo dirigindo seu próprio negócio de nutrição e já tem quatro décadas, atua em oito cidades e três países.

É, Elon com certeza teve a quem puxar, mas Elon Musk teve uma infância conturbada, seus pais se separaram quanto ele tinha só dez anos de idade, na escola ele sofria episódios recorrentes de bullying, inclusive um dos passatempos dos amigos de Elon era empurrá-lo de uma escada de concreto abaixo.

Para Elon as surras eram constantes inclusive teve uma vez que apanhou tanto que desmaiou e teve que ser levado até o hospital. Então toda essa confluência de fatores que envolviam o pai emocionalmente abusivo e o bullyin na escola fizeram com que Elon Musk em sua infância fosse uma criança tímida e introspectiva que se refugiava nos livros para fugir dos colegas brigões.

Mas livros ele entendia, Elon era uma criança sedenta por conhecimento, desde cedo aos 8 anos de idade em 1979 Elon já tinha lido toda a enciclopédia britânica, você já viu o tamanho dessa jamanta, imagina uma criança de oito anos lendo tudo isso, e também com essa idade ele completou um curso de informática com o tempo de duração de seis meses em três dias, ele aprendeu a programar sozinho e era completamente fissurado em livros de ficção científica.

Na sua opinião, uma das leituras que mais agregou para sua vida e moldou os objetivos que ele quer alcançar com ela foi o guia do mochileiro das galáxias daí aos doze anos em 1983 Musk desenvolveu um jogo temático de espaço no computador, o nome do jogo era Blastar.

Daí o código fonte do jogo foi publicado em uma revista conhecida na África do Sul e logo depois Elon conseguiu vender o seu jogo por exatamente quinhentos dólares.

Foi nesse momento que Elon Musk entendeu que as suas ações influenciavam diretamente no quanto ele conquistava na vida. Daí depois disso a sua missão nas suas palavras passou a ser salvar a humanidade com doze anos ele já sabia que a gente precisava de salvação.

Elon pensava muito nisso, inclusive ele era tão imerso nos seus pensamentos e devaneios sobre como salvar a humanidade que seus pais e médicos pediram para que ele fizesse um teste para checar sua audição, porque achavam que a falta de atenção que Elon dava para os outros seres humanos meros mortais era um problema de ouvido, mas a sua paixão por computadores, jogos, empreendedorismo não parou por ali.

Aos seus dezesseis anos em 1987 ele e seu irmão Kimbal quase abriram um fliperama perto da escola onde eles estudavam, eles já tinham o contrato de aluguel e os fornecedores na mão, mas os seus pais se recusaram a dar permissão legal para que o negócio se tornasse uma realidade.

Sem isso infelizmente aos dezesseis anos o fliperama dos irmãos Musk não saiu do papel, mas fala de jovem de negócios e com dezoito anos em 1989 tudo mudou para o Elon Musk, porque ele abandonou a África do Sul, porque ele via que lá naquele país ele não tinha expectativas para o seu futuro, com isso decidiu ir estudar física e economia em uma universidade lá no Canadá chamada Queen University.

O seu plano inicial sempre tinha sido ir para os Estados Unidos, mas ele acreditava que se aproveitasse a cidadania canadense que a sua mãe já tinha, seria mais fácil posteriormente ele migrar para os Estados Unidos.

E nessa faculdade canadense, foi lá que Elon Muk conheceu a Justine Wilson, uma menina excessivamente bonita para o campus onde eles habitavam que foi chamada por Elon para tomar um sorvete, o encontro foi bom apesar de não ter rolado nada, mas alguns dias depois eles se encontraram por coincidência em uma livraria e aí Elon avistou a menina do outro lado da livraria, deu um fiu fiu, chamou ela pra perto e falou assim, toma aqui meu cartão de crédito, pode levar o que você quiser. Um verdadeiro conquistador meus amigos.

Em 1992 já com seus vinte e um anos, depois de ter passado quase três anos lá no Canadá, Musk conseguiu se transferir para a University of Pennsylvania nos Estados Unidos.

E como a faculdade era muito cara e ele precisava de dinheiro para bancar seus estudos, Musk transformou a casa onde ele morava numa balada, ele e um amigo tinham alugado essa casa de dez quartos e no fim de semana era ponto de fluxo dos jovens universitários, custava cinco dólares para entrar, em uma noite eles conseguiam custear basicamente o valor de todo o aluguel.

É meus amigos, mas que não ia a festas, ele dava festas, boatos que depois disso ele nunca mais sofreu bullying de novo. Então conciliando aí seus empreendimentos festeiros com a faculdade, Musk finalmente conseguiu se formar em física e economia na universidade da Pennsylvania e logicamente buscando os próximos passos de sua vida, aos seus vinte e quatro anos em 1995, Musk se mudou para a Califórnia para começar um doutorado em física aplicada e ciência dos materiais na universidade de Stanford, uma das universidades mais prestigiadas do mundo.

Só que a mudança do Elon aconteceu com o time perfeito do boom das empresas ponto com, Elon Musk largou Stanford com basicamente quarenta e oito horas depois de ter feito a matrícula.

Para empreender nesse mercado aparentemente gigantesco que estava surgindo com a internet, com isso Musk e o seu irmão mais novo Kimbal fundaram a global link, uma empresa que fornecia uma espécie de guias virtuais turísticos de atrações na cidade.

Um conceito ridículo de comum hoje, mas absolutamente inovador algumas décadas atrás. Com seu sucesso outros websites que tinham sido recém criados de grandes empresas como o da própria New Your Times usufruindo dos serviços da global link e ela então foi rebatizada com o zip two, e em 1999 somente quatro anos depois dele começar a sua primeira empresa com seus vinte e oito anos, enquanto o mundo vivia a abundância da bolha das empresas ponto com, a gigante de produtos e serviços compaq comprou a empresa dos irmãos Musk por trezentos e sete milhões de dólares e a parte do Elon no acordo foi de vinte e dois milhões em 99.

Daí o cara não curte muito ficar parado, você está ligado né, então naquele mesmo ano Musk pegou doze milhões de dólares do seu próprio bolso que ele tinha ganho com a venda da sua primeira empresa para fundar o seu segundo empreendimento, a x.com que basicamente era uma empresa de pagamentos e transferências financeiras, só que Musk não usou seu dinheiro recém recebido de case de sucesso do vale do silício para fazer só isso não.

Merecidamente ele comprou um Mclaren F1 custando um milhão de dólares, afinal se ele não tivesse comprado um carro esportivo de edição limitada, ele não poderia se dizer um milionário.

Somente um ano depois no ano de 2000 a x.com se fundiu com a condinity que era na época sua principal concorrente e com isso a junção das duas empresas fez com que a nova empresa tivesse o nome de PayPal, nesse ano Elon Musk também se casou com a sua namoradinha da época da faculdade no Canadá, a Justine Wilson e logo dois anos depois em 2002 o ebay comprou a PayPal por um vírgula cinco bilhão de dólares.

E aos trinta e um anos de idade, vendendo sua participação, o patrimônio do Elon Musk foi dos seus vinte e dois milhões de dólares iniciais para cento e oitenta. Como agora ele já estava de boa para pagar as contas, Elon começou a pensar grande, ele tinha começado com a ideia de um projeto chamado Mars Oasis que vinha com a ideia de instalar uma estufa experimental em Marte, o planeta e tentar cultivar alimentos no solo árido e tóxico marciano.

Na sua cabeça, para que ele conseguisse chegar lá, ele precisava de um míssil balístico intercontinental, de preferência russo, porque eram esses que tinham o preço mais acessível, melhor ainda se já for usado.

A ideia era meio excêntrica até para os padrões do Elon Musk, inclusive seus amigos começaram a taxar ele de doido, mas como dizia o ditado, para quem tem pensamento forte o impossível é só questão de opinião e disso os loucos sabem, Musk pegou o primeiro vôo para a Rússia tendo agendado reuniões com empresas russas que construíram sondas para o governo soviético explorar Vênus e Marte durante a corrida espacial.

Mas os russos não foram muito maneiros com Elon não, meio que faltaram com respeito, porque o Elon tentou negociar o preço mínimo de aquisição dos foguetes de oito milhões de dólares, os russos meio que ouviram aquilo e disseram o novato, volta para a América.

A decepção e o desrespeito não só fez Elon desacreditar que ele conseguiria negociar como querer mandar eles para aquele lugar, o problema é que ele sabia que não tinha dinheiro para comprar de outro fornecedor, porque assim apesar dele ter algum dinheiro, boatos da época, quando a gente fala de equipamentos aeroespaciais, cento e oitenta milhões de dólares meio que não é tanta grana assim.

Daí nesse ponto em que muitos desistiriam, Musk mostrou seu lado de empreendedorismo que ele vinha fomentando desde a sua infância, e pensou que se não tinha solução disponível ele ia criar uma.

A sacada veio no próprio vôo saindo de Moscou após a negociação dos russos em que ele percebeu que cara, já que os russos não querem me vender os foguetes, então eu vou fazer os meus foguetes.

Daí Musk começou a calcular e ele viu que as matérias-primas para construir o foguete custavam só três por cento do preço de venda que os russos tinham proposto. Daí ele pensou se a gente produzir uns oitenta e cinco por cento de hardware de forma inteiramente interna e com isso ainda aplicar uma abordagem modular de engenharia de software ele poderia reduzir o preço de um lançamento em dez vezes e ainda se beneficiar de uma margem bruta de setenta por cento.

E foi esse o curso que ele decidiu tomar, só que naturalmente para fazer isso na prática ele precisava conhecer especialistas e desenvolver um time que o ajudasse a concretizar esse projeto megalomaníaco, então Musk começou a fazer algumas doações generosas para organizações especialistas e entusiastas que queria explorar o planeta vermelho de forma que com essas doações ele pudesse somente participar um pouquinho das rodas de discussão.

Depois de viver em um ambiente rodeado de tantos especialistas, a ideia de Musk maturou e ele investiu cem milhões de dólares do seu próprio patrimônio para dar início a space exploration tecnology ou SpaceX em 2002.

Agora um dos seus primeiros novos objetivos era o de fazer foguetes reutilizáveis para reduzir os custos de produção, viabilizando assim viagens em massa para o espaço e acima de tudo, colonizar marte e fazer da espécie humana uma espécie multiplanetária.

Em 2004 enquanto os engenheiros da SpaceX trabalhavam duro na criação do seu primeiro foguete, uma empresa que fabricava carros elétricos acabou chamando a atenção de musk. Tesla Motors, ao experimentar os produtos dessa empresa, Musk percebeu o quanto carros elétricos tinha um arranque superior a carros movidos a gasolina, e como também não existiam fabricantes de carros elétricos com modelos sexys bem esportivos que as pessoas realmente olhassem e falassem, nossa eu quero comprar isso.

Na época só tinha carro brega, era tudo aqueles carros redondo feioso que parece uma joaninha que você sabe que nem a sua avó ia se sentir confortável em entrar, mas os carros da Tesla irmão.

Com isso, inclinado em fazer parte da missão da empresa em paralelo com o seu negócio de foguetes, Elon Musk vestiu a camisa e fez um aporte de seis vírgula cinco milhões na empresa dos sete vírgula cinco milhões inicialmente captados nessa primeira rodada.

Com isso ele já de cara se tornou um dos principais shareholders e fez da sua própria missão de vida também acelerar a transição para o uso de transportes com energia sustentável.

Em 2006 a Tesla apresentou ao mercado o seu primeiro carro roadster que tinha uma autonomia de trezentos e noventa e quatro quilômetros com somente uma carga e custava um total de belos cem mil dólares, e foi tudo muito bem com o primeiro lançamento, porque no primeiro dia de venda a tesla conseguiu vender cem unidades do carro, inclusive um dos clientes que estava nessa leva de primeiros aí foi o Leonardo Di Caprio, ele quis saber como era ter um carro sexy desse da Tesla com uma arrancada de super carro e um carro que funcionava a bateria.

E em paralelo também em 2006 a SpaceX tinha finalizado finalmente o seu primeiro foguete, o Falcon 1 em homenagem ao millennium falcon do Star Wars, o primeiro lançamento aconteceu dia vinte e quatro de março de dois mil e seis, o Falcon 1 decolou para o vôo inaugural e aí ele começou a subir, iniciou sua jornada subindo constantemente, só que dentro de alguns segundos o combustível começou a vazar, e o resultado, milhões e milhões de pedacinhos do que antes era o Falcon 1 caindo em destroços de volta à terra.

SpaceX engoliu o fracasso, ajustou as mudanças necessárias para que isso jamais acontecesse de novo. Enquanto isso no ano de 2007, o então CEO da Tesla, o Martin Eberhard tinha prometido já ter entregue aqueles cem roadster que foram inicialmente vendidos, mas uma série de problemas de gestão fez com que ele de novo e de novo empurrasse a data de entrega com a barriga e levasse a empresa a uma grave crise financeira.

No final as más condutas de gestão fizesse com que o conselho da Tesla não tivesse escolha além de expulsar o Marin Eberhard, um dos fundadores da empresa que ele mesmo criou.

Então Elon Musk se tornou assim também o seu CEO. Nesse mesmo ano enquanto o Elon Musk assumiu o cargo de CEO dessas duas empresas, o segundo lançamento do Falcon 1 aconteceu para a SpaceX, confiante de que dessa vez nada poderia dar errado, o foguete decolou e ele decolou por um minuto, dois minutos, três, quatro, cinco minutos no ar sem nenhum problema e no estágio de separação uma oscilação no motor que só ia crescendo e crescendo fez com que o foguete explodisse, mais um fracasso para a SpaceX.

E um ano depois, enquanto isso na Tesla, devido ao grandioso trabalho de gestão de Elon Musk os roadsters finalmente começaram a ser entregues, mas isso não deveria ser confundido com um grande sucesso, porque por mais que para o mundo a Tesla estivesse no ápice da inovação, internamente ela estava passando por uma extrema quantidade de crises financeiras.

Musk como CEO chegou a reduzir em vinte e cinco por cento do pessoal da empresa, mandou um monte de gente embora, isso para ele conseguir reparar ineficiências e cortar alguns gastos, mas eram muitos gastos e com os menos de dez milhões de dólares que a Tesla tinha levantado com suas primeiras vendas, tudo indicava que se ela não levantasse mais capital, ela iria ficar a beira da falência.

Sem nunca esquecer dos problemas da Tesla, 2008 também foi um ano do terceiro lançamento do Falcon 1 para a SpaceX, mas aí quando todo mundo estava certo de que ia finalmente conseguir um combustível residual no momento da separação do segundo estágio fez com que o booster entrasse em combustão depois do estágio ter separado, fazendo com que ele colidisse com o segundo estágio. Isso tirou a estabilidade do foguete e ele explodiu.

E como você deve pensar nesse momento tenebroso nos negócios e na vida do Elon Musk, o relacionamento de Elon com a sua esposa Justine com quem já era casado há oito anos já há um tempo não estava muito saudável, um mês depois do fracasso do terceiro lançamento do Falcon 1, Justine anunciou o divórcio.

A vida de Elon Musk estava completamente em ruínas, em 2008 aos seus trinta e sete anos, quase todo dinheiro do Elon Musk investido nas suas duas empresas, a SpaceX e a Tesla já tinha sido consumido os seus cem milhões de dólares na SpaceX e setenta milhões de dólares que Elon foi ao longo do tempo somando e somando aumentando sua participação acionária na Tesla.

Vendo esse dinheiro praticamente ir pelos ares, ele enfrentou o dilema, vou liquidar tudo o que eu tenho hoje, propriedades, terreno, outros ativos e no total deve dar algo em torno de vinte milhões de dólares, se eu dividir esse dinheiro entre as duas empresas, provavelmente ambas vão morrer, mas se eu injetar o dinheiro em somente uma das minhas empresas, então a probabilidade da empresa que receber o capital sobreviver é maior, mas se eu fizer isso é morte certa para outra companhia.

Elon não conseguiu favorecer uma empresa em detrimento da outra e fez o que o seu coração falou para ele fazer, ele dividiu o seu dinheiro, os engenheiros da SpaceX ajustaram novamente o Falcon 1 para mais uma tentativa de lançamento, Elon Musk sabia que esse era o seu último foguete e a sua última tentativa, caso a SpaceX falhasse era fim da estrada.

Nesse lançamento diferente das outras três tentativas de lançamento anteriores, nenhuma empresa quis confiar a SpaceX uma carga preciosa a ser enviada para o espaço, afinal já tinham sido três lançamentos fracassados, então ninguém confiava na empresa, por isso, o quarto lançamento foi sem carga, seu propósito não era mais simplesmente entregar uma carga do ponto A ao ponto B, era de fincar uma bandeira, era de mostrar que a SpaceX estava ali para conseguir e ela ia conseguir, não importava o que, ela ia fazer da última vez e essa última vez ia valer.

Era setembro de 2008 os primeiros minutos foram os mais tensos que Elon Musk experienciou em toda sua vida. Por alguns momentos pareceu que a quantidade de tempo da separação entre o primeiro e o segundo estágio foi grande demais, mas não o foguete chegou em órbita e o lançamento foi um sucesso.

E no momento de absoluta euforia, Elon Musk sabia que por mais que por mais que esse fosse um dos momentos mais gratificantes de sua vida, nada significava que estava tudo bem.

A SpaceX tinha esgotado completamente os seus recursos nesse último lançamento, ela não tinha dinheiro para fazer nenhum outro, a não ser que um milagre acontecesse a SpaceX tinha acabado.

Em paralelo, a Tesla dava indícios de que não ia sobreviver, mas dois dias antes do natal, quase três meses depois do quarto e até então do último lançamento, a Nasa entrou em contato com a SpaceX para oferecer um contrato de um vírgula seis bilhão de dólares para que a SpaceX pudesse levar a carga da Nasa em órbita.

Isso foi o que bastou, a SpaceX estava salva, inclusive a Nasa foi tão importante para a história da SpaceX que depois desse evento o Elon Musk mudou a sua senha do seu computador pessoal para i love nasa. Felizmente o respingo de sorte da SpaceX também cheogu a Tesla.

Elon Musk além do dinheiro que ele recentemente tinha investido na Tesla, conseguiu levantar outros vinte milhões de diversos investidores e mais cinquenta milhões de dólares da Denver, empresa automobilística que ficou encantada com o projeto da Tesla e também quis fazer parte do negócio.

Por sorte ou talvez pela associação do preparo e oportunidade as companhias não foram a falência, Elon Musk, no sentido da palavra conseguiu o impossível e depois disso a história de conquistas da SpaceX não parou mais.

Em 2012 ela fez história novamente, a espaçonave dragon de design proprietário da SpaceX foi a primeira como um veículo comercial a entregar carga para a estação internacional espacial.

E depois inclusive voltar a terra e ser resgatada. E em 2015 a SpaceX foi a primeira empresa na história a não só recuperar um foguete, mas fazê-lo aterrizar exatamente no momento onde ele tinha saído e a reutilizá-lo no outro lançamento.

E em 2018 a Tesla foi a primeira empresa a lançar um carro para o espaço tripulado com um boneco vestido de astronauta intitulado de starman e depois ainda conseguir simultaneamente aterrizar dois dos três boosters que tinham sido usados naquele dia.

Com o valor de mercado atualmente de quarenta e seis bilhões de dólares, hoje a SpaceX é uma das empresas de capital fechado mais valiosas do mundo e a Tesla já deixou de produzir aquele antigo roadster como o que o Leonardo Di Caprio comprou, porque hoje ela tem uma variedade de modelos muito mais sexys, mais potentes, autônomos e inclusive bem mais acessíveis, o modelS, o Model3, o modelX e o modelY, a trucks, o roadster dois ponto zero, conhecido também como carro mais sexy já criado e a cyber truck que revolucionou completamente o conceito que uma caminhonete utilitária deveria ser.

Mas a gente não pode pensar que Elon Musk se restringiria só a explorar o espaço e mudar a forma como o carro percebe e usa carros elétricos. Ao longo de sua vida Elon Musk foi criando e também se tornando acionista de diversas outras iniciativas que ele sempre acreditava serem importantes para o mundo.

Em 2013 o Elon Musk apresentou o Hyperloop, um novo conceito de transporte de altíssima velocidade que consiste em um tubo com baixíssima pressão em seu interior, quase que um vácuo transportando cápsulas que transportam pessoas a uma velocidade de até mil e duzentos quilômetros por hora.

Isso basicamente faria com que uma viagem de quase seis horas de Los Angeles a São Francisco durasse algo em torno de trinta e cinco minutos. Elon Musk também é vice presidente da OpenAI, uma instituição sem fins lucrativos de pesquisa em inteligência artificial que tem como objetivo promover e desenvolver inteligência artificial amigável de forma a beneficiar a humanidade como um todo, o que Musk acredita que inteligência artificial é simplesmente a maior ameaça para a sobrevivência humana, com isso seu pensamento é que ao disponibilizar inteligência artificial para todos, a OpenAI vai contrariar grandes corporações que podem acabar ganhando muito poder ao possuir sistemas de super inteligência dedicados aos lucros, bem como até governos que podem usar essa inteligência artificial para ganhar mais poder, inclusive reprimir o cidadãos, ou seja, com a OpenAI Musk que é basicamente descentralizar poder.

E Elon Musk também investiu na Neuralink que é basicamente uma sociedade comercial neurotecnológica que tem como objetivo desenvolver interfaces, cérebro, computador e agora olha o detalhes, implantáveis, porque basicamente Elon Musk acredita que o futuro o caminho natural para a espécie humana é assumir uma postura simbiótica com máquinas e biologia.

E também Musk absolutamente inconformado com o trânsito de Los Angeles na hora do rush decidiu começar uma outra empresa chamada The Boring Company que naturalmente o nome da empresa é uma piadinha, afinal boring em inglês é chato, mas também quer dizer perfurar, objetivo da empresa é basicamente resolver um pequeno problema estrutural da nossa sociedade, que as pessoas trabalham em prédios tridimensionais, mas para se deslocar, se deslocam num plano bidimensional, isso faz com que o plano bidimensional não consiga comportar todas essas pessoas e por isso a Boring Company tem o objetivo de criar túneis debaixo do solo com vários níveis de profundidade para que assim carros possam ser transportados nas mesmas três dimensões que pessoas trabalham nos prédios comerciais.

E a partir de 2008 basicamente dois meses depois de Elon Musk e de Justine Wilson terem se divorciado, Elon Musk anunciou seu relacionamento com uma atriz chamada Talulah Riley e eles inclusive chegaram a se casar em 2010 para depois se divorciar em 2012 o que fez a gente pensar que foi mais um relacionamento que não deu certo se eles não tivessem decidido voltar em 2013 quando se casaram novamente, ficaram mais três anos juntos até se divorciarem de vez em 2016.

e também em 2016 a Tesla adquiriu a SolarCity uma empresa que Elon Musk também tinha investido lá nos primórdios que tem o objetivo de desenvolver painéis solares e tecnologia de armazenamento de energia.

Cara, Elon Musk se tornou uma marca tão poderosa quanto suas próprias empresas, seu marketing pessoal é uma ferramenta com poder de uma bazuca, o que faz com que basicamente Musk opte por não gastar absolutamente nenhum centavo em publicidade.

Em vários momentos ele pareceu ser uma pessoa incontroversa, tendo aparecido numa entrevista com Joe Rogan completamente chapado fumando maconha, ele já twitou no dia primeiro de abril que a Tesla tinha ido à falência e já vendeu vários lança chama para levantar dinheiro para sua empresa The Boring Company, e também fez coisas que ainda muitas pessoas jamais vão entender, como por exemplo em 2019 Elon Musk decidiu deixar pública todas as patentes da Tesla, todas as patentes dos seus veículos, tudo, tudo gratuito na internet, Elon Musk fez isso com o discurso de que se ele ajuda seus concorrentes a conseguirem usufruir da tecnologia que a Tesla desenvolveu, então isso é um incentivo para o mercado crescer mais rápido, o que vai ajudar com que a própria Tesla consiga alcançar um dos seus principais objetivos que é combater o aquecimento global e acelerar a transição da raça humana para o uso de energia sustentável.

De fato, pensando na missão foi a coisa certa a se fazer, agora pensando do ponto de vista de negócios muitas pessoas discordam, mas vamos combinar que ao mesmo tempo acabou sendo uma baita de uma estratégia de marketing, o que você pensar, liberar as patentes dos seus veículos autônomos e elétricos faz com que a Tesla seja de fato percebida como uma grande pioneira nesse mercado, ou seja, a imagem que passa é que ela foi capaz de criar uma coisa tão boa que a empresa é basicamente imbatível e pode vir concorrer quem quiser que ela já sabe que ela já ganhou.

Hoje Elon Musk é o quarto homem mais rico do mundo e seu patrimônio total estimado é noventa e três vírgula sete bilhões de dólares, só para a gente ter uma ideia, o Warren Buffet, mega investidor, absolutamente aclamado por Buy and Holder atingiu seus primeiros setenta bilhões de dólares somente aos oitenta e nove anos e confesso que eu fico me perguntando o que aqueles bullyings na época do Elon Musk na escola ficam pensando do Elon hoje, afinal não é a toa que Elon Musk tem levado o título de Tony Stark da vida real.

Inclusive, um fan fact até que ele chegou a aparecer num dos filmes do próprio homem de ferro, inclusive também em um episódio do The Big Bang Theory, bom, atualmente Elon Musk namora a cantora Grimes com quem teve o seu sexto filho esse ano e a parte mais intrigante desse relacionamento não é nem entre eles dois, é que o filho recebeu o nome um pouquinho curioso, está aparecendo aí na tela, é esse o nome do filho aí.

Só para caso você tenha curiosidade de saber como é que se pronuncia essa bagaça, o X é x de x, ae o Elon Musk diz que pronuncia como Ash e o A12 se pronuncia do jeito que você fala que atwelve que faz com que a pronuncia certa seja xashatwelve, é parceiro, esse filho não faz aniversário, ele faz update.

A previsão é para a SpaceX levar sua primeira missão tripulada para marte já em 2024 e Elon Musk quando ele pendurar as botas das suas iniciativas empreendedoras, disse que quer se aposentar em marte, inclusive em uma entrevista conduzida em março de 2018 ele disse, eu vou se eu tiver a garantia que a SpaceX consegue sobreviver aqui na terra sem mim, já disse, quero morrer em marte, mas não durante o impacto.

E além de tudo isso o que a gente falou e tudo isso o que o Elon está construindo, é bonito de ver ainda o que ele deseja alcançar, a SpaceX tem o objetivo de fazer com que o ser humano consiga ter acesso a qualquer lugar do mundo em menos de uma hora com uma frota de foguetes integrada que consegue tornar de forma acessível passagens que permite com que nós, pessoas comuns consigamos trabalho na China, morando na Califórnia, com tempo visitar os nossos pais em Zimbabue, eu sinceramente mal consigo esperar o mundo fantástico que tem pela nossa frente justamente por pessoas que como Elon Musk pensam no bem do coletivo, nos problemas que ele de fato sabem que precisam ser resolvidos e que se ninguém for fazer, ele que vai resolver.

E se por acaso você também se amarra pra caramba no cara e quer externalizar isso, a Mônaco me deu essa camisa para fazer o vídeo e se você quiser ela também, eu estou deixando o link na descrição, se você quiser usar o cupom para ter dez por cento de desconto é só colocar lá jovens de negócios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright 2020 OxyMade Designs. All rights reserved. Made with 🖤 by OxyMade.
crossmenu